www.thomasnilsson.com.br
Caminhos para liberdade e progresso
   
 
   
Darli Alves da Silva aos 85 anos
EDITAL COMPLETO - 16/11/2020

O fazendeiro Darli Alves da Silva, que cumpriu uma condenação de 19 anos e meio de prisão pelo assassinato de Chico Mendes, crime cuja autoria – atribuída a seu filho Darci Alves Pereira – ele continua negando. Hoje, corretor de imóveis, que viaja pelo interior do Acre.

Sobre Chico Mendes, disse que não tem remorsos em dizer que ele queria entregar a Amazônia para os estrangeiros e diz que o ex-presidente Lula, se não tivesse sido preso, teria comunizado o país, assim como o sindicalista assassinado.

O presidente Jair Bolsonaro, na sua visão, é um homem colocado no poder pelas mãos de Deus. 

Eu quero saber, senhor Darli Alves, já que estou encontrando com o senhor depois de muitos anos, o que tem feito para estar com esta aparência tão boa, para estar até rejuvenescido assim? Resumo da história da vida do Sr. Darli:

Eu sou mineiro de Minas Gerais, de Conselheiro Pena. Eu cheguei para Acre em 1974, para trabalhar, para plantar café. Eu trouxe 12 famílias. Paguei três caminhões para trazer todo o pessoal que trabalhava para mim. Quem trabalhava para mim, tinha direito à terra. Para todos eles eu dei terra. Eu comprei terra que já tinha nome de Fazenda Paraná. Deixei de comprar seringal porque tinha posseiro e lá (na fazenda) não tinha posseiro. Paguei três vezes o preço a mais para não entrar em conflito com ninguém. A Fazenda Paraná tinha três mil hectares. Fiz 12 casas para botar lá as famílias. Todos que trabalharam comigo, ninguém teve problema comigo. Eu cuidava deles. Levava para o médico, até os vizinhos meus… Eu tinha fama que gostava de mulher, mas nunca tive problemas por mexer com mulher de empregado meu. Toda vida eu respeitei. Não tem nenhum ser humano que diga que eu já tive medo algum dia. Levantou-se um monte de gente contra mim, querendo invadir (a fazenda), querendo me matar, tirar minha vida, mas Deus me protegeu. Já levei tiroteios diversas vezes. 

Eu passei na cadeia 18 anos. Como preso, sempre fui muito bem tratado. Nunca apanhei nem de preso nem de polícia. Mas eu só consegui isso porque nunca fui bandido. Eu continuo em Xapuri eu ando só de chinelo. Eu não tenho nenhum inimigo.
 
É gado que eu gosto, que tenho, e na minha propriedade eu vi meu gado descendo rio abaixo de pés para cima, mas eu recuperei tudo. Porque eu sou assim: se for de vender uma vaca que está mojando (tempo de prenhez, que o animal leva para parir) para eu comer, eu prefiro ir na mata e pegar um palmito para comer e deixar a vaca lá. Eu sou assim. É por isso que eu tenho as coisas. Não posso ter inimigos porque eu gosto só de amigos e eu não tenho nenhum inimigo. O cara pode chegar nas minhas costas e bater que eu sei que é meu amigo, porque eu não tenho inimigo.

Eu tenho 26 filhos. Neto eu não sei nem contar não. Se e a gente for em Brasiléia ou Xapuri para fazer uma festa, só a minha família enche o clube.

Nunca andei batendo em mulher e as famílias das mulheres com quem me envolvi, tudo são meus amigos. Se eu chegar em Minas Gerais com as famílias das mulheres com quem eu fui envolvido, tudo me dar carro para mim andar. No Paraná, eu tenho filha que mora em Curitiba, que é advogada, tem outra que é professora. Tenho irmão que é advogado. Tem três sobrinhos meus que é (sic) advogado em Xapuri e minha família tudo é pessoa de nive (sic).

O que o senhor pensava sobre o Chico Mendes naquela época e o que o senhor pensa hoje?

Eu pensava que ele era iludido pelo dinheiro. Eu acho que ele pegava lá pelo país estrangeiro para vigiar a Amazonas (sic), mas vigiava não era nada pela natureza. Era para entregar a Amazonas (sic) para estrangeiro e estalar (sic) o comunismo no Brasil. Isso aí eu falo sem remorso porque eu não estou mentindo. Ele queria acabar com a família, botar igualidade (sic). Igualidade (sic) não existe, nem os dedos da mão não são igual. Cada um de nós nasceu com uma missão para cumprir, cada um nas suas capacidades que Deus deixar.

Se o Lula tivesse no poder ninguém era dono de nada. Eles iam queimar tudo que era cartório, registrar nós tudo de novo e fazer assentamento de três hectares cada um e todo mundo era cativeiro, como em alguns país (sic) do mundo. E nós precisa (sic) da liberdade. Comer do nosso suor. Deus deu a terra para nós trabaiar (sic). Se eu adquiri as coisas foi com muito trabaio (sic). Eu nunca roubei e nunca fiz nada errado com ninguém.

O que o senhor está achando do governo do Bolsonaro?

No meu entender, é um grande homem. Foi colocado lá por Deus. Você ver que queriam tirar a vida dele por causa da guerra que ele entrou

Qual o significado desta estrela no seu dente?

Isso aqui eu não sei porque não… É o símbolo da vitória…

Resumo livre do artigo escrito por WANIA PINHEIRO E TIÃO MAIA, DO CONTILNET 
24 de novembro de 2019, 16:31 

Artigo completo em:


https://contilnetnoticias.com.br/2019/11/aos-85-anos-com-estrela-de-ouro-no-dente-darly-continua-durao-e-cheio-de-mulheres/
Copyright © 2017 - Thomas Nilsson - Todos os direitos reservados - info@thomasnilsson.com.br
Visitantes: 79387 - Atualizado: 22-01-2021